Ex-vocalista da banda Cavaleiros do Forró morre em acidente de trânsito

Cantora de Forró Eliza Clivia e o marido morrem em acidente de carro no Centro de Aracaju, diz produtor

20170616154338750598i

A cantora Eliza Clívia faleceu, no início da tarde desta sexta-feira (16). durante acidente de carro na cidade de Aracaju, em Sergipe. Ex-integrante das bandas Cavaleiros do Forró e Cavalo de Aço, a cantora realizava divulgação de sua carreira solo quando o veículo que se encontrava colidiu, por volta das 14h, na região central da cidade. A cantora faleceu no local.

Mais cedo, Eliza havia publicado uma foto em suas redes sociais em que aparecia em um estúdio de televisão, ao lado do sanfoneiro Nivaldo Cândido, realizando a divulgação de sua carreira solo. “Cheguei Aracaju! Já estou aqui na tvAperipê, com o querido Nivaldo Cândido daqui à pouquinho no ar, no programa Segurança em Alerta”, dizia o texto. O marido e baterista Sérgio Ramos também faleceu no acidente.

A cantora, que iniciou a carreira solo há quatro meses, após divulgar a saída do grupo Cavalo de Aço, se encontrava na capital sergipana para a realização de um show, nesta sexta-feira (16). O veículo que o casa se encontrava colidiu com um ônibus em um cruzamento na região central da cidade. Além deles, outros três integrantes da equipe estavam no veículo e foram socorridos com ferimentos leves. Segundo informações da Polícia Militar de Sergipe, eles foram identificados como Cleberton José dos Santos, João Paulo Tavares da Silva e Paulo Texeira de Carvalho.

Fãs da cantora e da banda publicaram diversas mensagens na imagem divulgada pela cantora no Instagram. “Sem acreditar, meus sentimentos aos familiares. Que Deus conforte os corações de todos nesse momento”, publicou um seguidor. “Meu Deus! Sem acreditar nessa tragédia, que Deus conforte o coração dos familiares e amigos!”, comentou outro.

Outro acidente envolvendo ônibus já havia vitimado integrantes da banda Cavaleiros do Forró em 2014, quando o grupo retornava de uma apresentação no agreste pernambucano e se dirigia a natal. O veículo que levava a banda colidiu com um ônibus deixando quatro vítimas fatais, entre eles o vocalista José Inácio, e 20 pessoas feridas.

Carreira
Nascida na cidade paraibana de Livramento, Eliza iniciou sua carreita de cantora por influência do pai sanfoneiro. Em 2003, entrou para a banda Caveleiros do Forró, com a qual chegou a gravar nove discos e seis DVDS. Dez anos depois, anunciou o desligamento do grupo ao lado do músico Jaílson Santos, então marido. Com Jaílson, retornou aos palcos ainda no mesmo integrando a banda Cavalo de Aço, ao lado de Marcelo Jubão e Neto Araújo, gravando outros três CDs e quatro registros audiovisuais entre 2013 e 2015. Sua saída foi anunciada no início deste ano para se dedicar à carreira solo.

Cantora de Forró Eliza Clivia e o marido morrem em acidente de carro no Centro de Aracaju, diz produtor
Eles estavam na capital sergipana para participar de um show.

eliza-clivia

início da tarde desta sexta-feira (16) a cantora paraibana Eliza Clivia, 36 anos, ex-vocalista da Banda Cavaleiros do Forró , e o marido o baterista Sérgio Ramos morreram em um acidente de trânsito no Centro de Aracaju, segundo o produtor da cantora Jailson Souza.

A cantora, que iniciou a carreira solo há quatro meses, estava em Aracaju para divulgar um show, que seria realizado na noite desta sexta-feira (16), e fazer entrevistas.

eliza-ontem

De acordo com Souza , ela e o marido estavam em um veículo que bateu em um ônibus nas esquinas das ruas Arauá e Maruim, quando retornavam de uma entrevista. Além do casal, outras três pessoas da equipe estavam no carro foram socorridas, com ferimentos leves, e encaminhadas a um hospital de Aracaju. E segundo a polícia, elas foram identificadas como: Cleberton José dos Santos, João Paulo Tavares da Silva e Paulo Texeira de Carvalho.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) informou através de nota o estado de saúde das vítimas: Ceberton José dos Santos, 35 anos, dirigia o carro de passeio, foi retirado das ferragens e estava consciente, desorientado, com sangramento auditivo, mas sem sinais de fratura. Paulo Teixeira de Carvalho, 38 anos, estava sem sinais de fratura e reclamando de dor lombar. João Paulo Tavares da Silva, 32 anos, também não apresentou fratura e apresentou dores no tórax. Eles permanecem internados no Hospital de Urgência de Sergupe (Huse) sem previsão de alta.

O Instituto Médico Legal (IML) de Sergipe informou que os corpos já foram recolhidos e aguarda os familiares para serem liberados.

eliza-horas-antes-do-acidente

MarcosRodeio

Diretor Administrativo e Locutor e Jornalista Inicio sua Carreira em 1990 como Sonoplasta e DJ nos decorrer dos anos se torna locutor e Jornalista, definição um apaixonado por Rádio

Deixe uma resposta