ipiranga Chacina na rua do Grito

Empresário, filho e funcionário são mortos em chacina no Ipiranga. O crime ocorreu dentro na loja de locação de ferramentas para construção civil de propriedade da vítima, na rua do Grito, 298.
Os corpos do pai Edinaldo Lopes Bezerra, de 55 anos; do filho Renan Oliveira, de 30 anos, e do funcionário Norberto dos Santos Castro, de 45 anos, foram encontrados por volta das 22h de segunda-feira (26).
Eles estavam em uma sala, onde funciona o estoque da empresa, amarrados, amordaçados e apresentavam perfurações na cabeça. O cunhado do dono do estabelecimento chegou ao local e encontrou a porta aberta e, ao entrar, encontrou as vítimas já sem vida.
Edinaldo tinha a empresa havia mais de 30 anos e, segundo vizinhos, era uma pessoa pacata e atenciosa com todos. A Polícia Civil ainda não tem pistas sobre o que pode ter motivado o crime e vai tentar obter imagens das câmeras de segurança que possam ajudar a identificar os assassinos. A suspeita de vingança foi considerada mais forte porque os criminosos deixaram uma roupa íntima em cima do corpo de Edinaldo.


Para a polícia, Renan foi o primeiro a ser morto e com requintes de crueldade. Depois, atiraram em Edinaldo e no funcionário.
Ainda de acordo com a polícia, até o meio da manhã de segunda eles estavam vivos. Um deles falou com a família às 10h25 e um cliente falou com o atendente por volta do meio-dia. Vizinhos disseram que não ouviram barulhos nem desconfiaram de nada.
Os criminosos levaram os celulares das vítimas e o equipamento que gravava as imagens do circuito de segurança. O caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, o DHPP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *